Blog

evite fraudes

Fraudes: Saiba como proteger seu e-commerce

Devido a fase me que estamos vivendo, o número de compras online aumentou e com isso também surge a preocupação com fraudes em e-commerce. Mas são várias as possibilidades de evitar essa dor de cabeça e deixar o consumidor mais tranquilo.
As fraudes acontecem em e-commerces de pequenas, médias e grandes empresas. De acordo com o Ecommerce Brasil, essas situações podem ocorrer das seguintes maneiras:

• O roubo de dados do cliente para utilização ilegal;
• O uso de dados de outra pessoa, utilizados ilegalmente para a compra;
• O Chargeback, que é quando a pessoa compra no e-commerce, essa compra é aprovada pelo cartão e após a entrega, o titular pede o cancelamento da compra diretamente com o cartão.

São situações chatas e que deixam vários empresários e consumidores preocupados e com medo de comprar online. Mas existem práticas que podem controlar e inibir essas ações desagradáveis.
Preparamos algumas dicas para proteger seu e-commerce e até mesmo seu consumidor de práticas maliciosas.

Como proteger seu ecommerce de fraudes?
Infelizmente as fraudes no comércio eletrônico são frequentes causando prejuízo financeiro para muitos empresários que, sem meios de comprovar a ação fraudulenta, são penalizados com a desconfiança dos usuários.
Para se ter uma ideia, somente em 2019, o comércio eletrônico do país deixou de perder R$ 1,9 bilhão com prejuízos causados por fraudes, em um crescimento de 36% em relação a 2018, segundo a mais nova edição do Mapa da Fraude da ClearSale.
O estudo mostra que, no varejo eletrônico brasileiro atual, a cada R$ 100 reais em compras realizadas, R$ 3,47, em média, são tentativas de fraudes.

1 – Esteja sempre atento!
O primeiro passo para evitar fraudes é saber que elas existem e ficar atento é indispensável. Saber que este tipo de ataque pode acontecer é o jeito mais eficaz de garantir segurança, principalmente quando informações sensíveis fazem parte de um determinado assunto.

2 – Utilize criptografia e certificados de segurança
É essencial que qualquer loja online ofereça segurança por meio do certificado digital para garantir o sigilo dos dados dos consumidores, além da proteção das informações confidenciais. Ao criptografar o login, senha, CPF, e-mail, entre outros dados pessoais, os hackers não vão conseguir roubar estas informações para a realização de fraudes. É fundamental que seu e-commerce tenha os certificados de segurança e criptografia para evitar possíveis fraudes.

3 – Reduza a quantidade de transações negadas
Em grande parte dos casos, a fraude é realizada através de softwares maliciosos que fazem uso de vários cartões de crédito de forma sucessiva até terminar a compra com sucesso. Uma boa forma de evitar as transações fraudulentas é restringir a quantidade de tentativas que o usuário erra as informações bancárias. Caso o consumidor ultrapasse esse limite, bloqueie temporariamente o cadastro e o coloque em uma lista de suspeitos.

4 – Contrate um profissional
Tentar fazer isso por si só consome muito tempo e esforço. Um parceiro qualificado pode ajudá-lo com esse lado dos negócios para que possa focar sua energia nas vendas, no serviço ao consumidor e na busca de nova clientela. A maior parte dos fraudadores tem experiência com tecnologia e o conhecimento para evadir a segurança do sistema. É possível, mas difícil, evitar a fraude e o chargeback sem ajuda de uma empresa especializada.

5 – Use sistema antifraude
Com um sistema antifraude é possível avaliar os riscos das transações feitas no e-commerce. Ele atua a partir da verificação dos dados do comprador.
A boa notícia é que você acaba de encontrar uma excelente forma de fazer isso. Um sistema antifraude é responsável por aumentar a taxa de aprovação dos seus pedidos e reduzir as perdas causadas por chargeback, sem afetar o tempo de resposta. Como resultado, você reduz o risco e eleva sua receita.
Fale com um de nossos representantes comercial – clique aqui.

Escrever um comentário