Blog

Black Friday: Você já está preparado?

Faltando apenas alguns dias para a Black Friday, é importante estar preparado para uma das datas mais esperadas do consumidor brasileiro. O evento acontece na sexta-feira, dia 29 de novembro.

Em 2018, as vendas no e-commerce foram de R$ 3,5 bilhões nos quatro dias da campanha, alta de 25% em relação ao ano anterior, segundo Ebit/Nielsen.  A estimativa dos especialistas é de aumento nas vendas na Black Friday 2019.

Confira algumas estatísticas da Black Friday no Brasil em 2018:

  • A data movimentou R$ 3,5 bilhões no e-commerce;
  • O tíquete médio cresceu 8% para R$ 608;
  • A quinta-feira (véspera) superou a expectativa do mercado, com mais de 1,18 milhões de pedidos;
  • Nas vendas antecipadas (até quinta à noite), perfumaria e cosméticos foi uma das categorias que mais se destacaram; 
  • Na sexta, Smartphones, itens de linha branca e TVs dominaram as vendas (itens com tíquete médio mais elevado);
  • O site Reclame Aqui recebeu 5,6 mil reclamações — a maioria por propaganda enganosa e maquiagem de preço;

Diante deste cenário de crescimento, seu e-commerce está preparado para o aumento nas vendas?  Fique atento às nossas dicas!

 1 – Comece AGORA suas campanhas de marketing

Se ainda não começou as divulgações de seus produtos, então chegou a hora. Apesar do curto prazo, ainda dá tempo de realizar as campanhas nas mídias online.

Faça publicações pagas nas redes sociais, invista em anúncios no Google, sempre segmentando seu público alvo.

Ter esse “esquenta” e apresentar ao consumidor ofertas e promoções interessantes, torna seu negócio mais reconhecido e com boas chances de aumentar a base de clientes.

2 – Faça uma análise prévia dos preços dos concorrentes

Quando o público pensa em Black Friday, a primeira associação são preços baixos e muitas oportunidades para fazer um bom negócio. Se você oferecer um produto com um valor desproporcional ao mercado, as chances de compra serão pequenas.

Por isso analise o concorrente e procure precificar seus produtos de acordo com o que é proposto. Claro, sempre priorizando seus lucros e prejuízos.

Outros fatores que o consumidor leva em conta, são os prazos e frete. Faça um breve estudo de como a concorrência trabalha neste quesito e tente ser melhor, para se sobressair. Não adianta ter o melhor preço e perder vendas por frete alto ou prazo de entrega longo.

3 – Reforce o seu estoque para a Black Friday

Se você espera vender mais precisa preparar seu estoque para esse crescimento. Sendo assim, você precisa ter um planejamento diferenciado. Uma boa estratégia é mapear as saídas de mercadorias da sua loja virtual. Com esse levantamento, você terá mais chances de acertar quais produtos tendem a ser mais requisitados.

Seja bastante agressivo na promoção de alguns produtos e garanta maior lucro em outros produtos associados. Exemplo: vender o notebook com desconto de Black Friday. Porém, a garantia estendida, mochila e demais acessórios sem desconto. 

4 – Prepare o atendimento para a Black Friday

Coloque uma equipe a disposição do atendimento ao cliente, pois uma experiência ruim pode comprometer as compras futuras.

Provavelmente nesse dia a demanda de clientes será maior. Então se você não oferecer um suporte adequado poderá perder um volume considerável de vendas.

5 – Esteja próximo do seu cliente

Estar próximo dos clientes é algo que as redes sociais oferecem com maestria! Use e abuse desse poder.

Por meio das mídias sociais, ofereça atendimento diferenciado e responda a todos os seguidores que enviarem dúvidas, sugestões e até mesmo reclamações. O importante é dar atenção a todos e, claro, em tempo hábil.

Sobre isso, veja se a sua loja virtual tem um crescimento de engajamento significativo na Black Friday. Se sim, vale a pena reforçar a equipe durante o mês de novembro.

6 – Invista na estrutura do site

Investir em marketing, campanha e promoções, sem ter um site estruturado, é como dar um tiro no pé. Por isso, fique atento!

De acordo com o Reclame Aqui, o segundo motivo de insatisfação dos consumidores na Black Friday de 2015, foi a dificuldade em finalizar a compra.

Então, para evitar tais reclamações, entre em contato com o seu fornecedor, com antecedência, e verifique as ações necessárias para que não haja lentidão e quedas durante a Black Friday.

Outra dica é fazer um diagnóstico completo da sua loja virtual antes da Black Friday. Dessa forma, pode-se identificar e corrigir erros que podem impactar as vendas, inclusive problemas de performance.

Escrever um comentário